Pages

domingo, 24 de abril de 2011

Sem criatividade

"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso."




Clarice Lispector

4 comentários:

  1. ooonnnwww, vale a pena amar mesmo sem saber se vai durar...

    ResponderExcluir
  2. Clarice é sempre uma boa pedida para momentos assim...

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  3. Apenas um momento
    .

    Quero amar!
    Somente amar.
    Não quero ser
    um louco delirante.
    Quero o luar
    para iluminar
    na beira do mar,
    nossos corpos nus se amando...
    Depois se você se for
    que vá.
    Mesmo que eu tenha que chorar,
    não vou morrer de saudade.
    Porque o meu coração,
    não tem medo da solidão,
    quando decidiu te amar,
    por um momento,
    e depois;
    uma eternidade
    de lembranças,
    saudade,
    solidão,
    dor,
    e paixão,
    que curarei
    em outros braços...

    .
    Poeta Francis Perot

    ResponderExcluir

quer comentar sobre isso?